Dicas para se tornar um ator famoso e reconhecido no mundo

0 Comments


Muitos aspirantes a atores sonham com uma carreira em Hollywood. Enquanto é um sonho, pode tornar-se uma realidade com o tempo, treinamento, dedicação, paixão e paciência. A seguir estão alguns passos que podem começar você no caminho para se tornar um ator de cinema ou televisão. Se seu objetivo é se tornar um ator de teatro, nem todos esses passos se aplicarão a você. No entanto, todos estes passos são bons para manter em mente não importa que tipo de ação você decide perseguir.

Aprenda a agir


Representar é, acima de tudo, uma arte. Os melhores atores de Hollywood compreendem isto. A maioria tem distinguido credenciais de escolas de teatro líderes, vasta experiência, e muitos continuam a trabalhar com treinadores e mentores para melhorar a sua experiência. Esses atores entendem que há sempre espaço para aprender, e eles podem nunca chegar à perfeição absoluta.
Do mesmo modo, os aspirantes a atores devem ter uma grande variedade de aulas de representação. Trabalhar com muitos estilos e com tantos grupos diferentes de pessoas que eles podem encontrar. Experimenta tudo. De Shakespeare à comédia, de improvisação ao cinema, quanto mais souber, mais versátil será. Você também estará mais bem preparado para quaisquer papéis que venham ao seu caminho.

Vai Onde está o trabalho.

Se você espera trabalhar no cinema e/ou na televisão como ator, você deve ir onde o trabalho é. Isso não te restringe a viver em Los Angeles ou Nova Iorque. Afinal, há muitos trabalhos de representação em Vancouver, Montreal, Chicago, Miami e Baltimore, por exemplo.
Nova Iorque e Los Angeles São onde a maioria dos diretores de elenco trabalham e vivem. Muitos dos shows que são filmados no Canadá ou cidades dentro dos Estados Unidos ainda estão lançados em Los Angeles ou Nova Iorque. Então, mesmo que você não precise necessariamente de se mudar para qualquer uma das duas cidades, elas estão onde a maior parte da ação está e onde você tem a melhor chance de ser lançado em um papel.

0 comentários: