Como escolher o veículo que agride menos a natureza

0 Comments

Em um mundo onde a poluição é cada vez mais evidente e prejudicial à saúde humana, nada melhor do que comprar veículos que poluam o mínimo possível o meio ambiente, pois as empresas estão investindo em pesquisas para que os veículos sejam econômicos, versáteis e menos poluentes.

Hoje em dia, em um mundo cada vez mais preocupado com o meio ambiente é cada vez mais comum encontrar consumidores que se preocupam em comprar um veículo que polua menos o meio ambiente, principalmente o consumidor das grandes cidades, onde este tipo de problema é bem mais crítico.

Um dos aspectos que devem ser observados na hora de se comprar um carro é verificar o ano deste veículo, pois quanto mais novo o veículo, mais avançada é a tecnologia para evitar a poluição, pois veículos com injeção eletrônica poluem menos o meio ambiente.

Em uma pesquisa feita há pouco tempo com veículos de diversas marcas, modelos e tipos de motores, foi verificado que o Novo Sandero é um dos veículos que menos poluem o ar, pois a medição deste dado é verificado através de quantos gramas do gás carbônico por quilômetro rodado é liberado durante a viagem.


E um dado interessante que nem sempre os veículos que possuem os motores mais potentes são os que poluem mais, pois tomemos, por exemplo, o Renault Sandero com motor 1.6, que é um dos carros tidos como populares e que não é o tradicional 1.0, ele solta 190 gramas de gás carbônico por quilômetro rodado, o que é um bom índice.

Outro detalhe que deve ser verificado é o tipo de combustível que deve ser usado, pois escolha um veículo tipo flex, pois com isso pode utilizar o etanol, que é um combustível que polui menos o meio ambiente, além de ser mais barato, portanto faz bem para a natureza e o bolso.

Prestando atenção nestes detalhes, é possível desfrutar do conforto do automóvel, poluindo menos o meio ambiente, tornando-se um consumidor mais consciente em relação ao meio ambiente, pois cada vez mais atitudes positivas para poluir o meio ambiente são bem vindas e a natureza agradece.

0 comentários: